Artigos relacionados

Na montra

contos_oeste.jpg
mem_caldas001
A cidade das Caldas da Rainha viveu um momento de antologia com o lançamento, no dia 20 de Outubro de 2012, da reedição fac-similada do livro “Memórias das Caldas da Rainha (1484-1884)”, de Augusto da Silva Carvalho. Originalmente editado em Lisboa pela Livraria Ferin, em 1932, esta reedição é da responsabilidade da editora Textiverso, e teve o patrocínio do Eng. Ricardo Charters d’Azevedo. O livro tem 410 páginas mais um mapa em extratexto.
A apresentação esteve a cargo de um reputado caldense, o Dr. João Bonifácio Serra, historiador e investigador, e decorreu no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, com a colaboração da Associação Património Histórico – PH – Grupo de Estudos, na pessoa da sua actual Presidente, Dra. Isabel Xavier, que se associou à edição e à promoção da obra.

nascer001
Desde 1995 que Luís Veiga participa nos encontros de veteranos daquela que foi a Companhia de Construções 1604 (“a da estaca”) que esteve em Angola durante o período da guerra colonial, entre 1966 e 1968. Realizados em diversos pontos do país, concitam sempre a presença de muitos companheiros ex-militares e das suas famílias. No ano de 2012, o local escolhido foi a povoação de Cortes (concelho de Leiria), num restaurante à beira do rio Lis, pelo facto de um dos participantes e organizadores, Luís Vieira da Mota, residir na freguesia das Cortes. Participou para cima de uma centena de pessoas que partilhou o repasto em bom ambiente. Luís Veiga aproveitou a ocasião para lançar um livro de memórias da sua autoria que tem por título “Do nascer ao pôr-do-sol”, produção da Textiverso, com 122 páginas e profusamente ilustrado.

lanca_jfleiria001
A Junta de Freguesia de Leiria apresentou ao público, no dia 30 de Junho de 2012, mais uma publicação da sua responsabilidade, desta vez sobre as suas próprias instalações. Tem por título Freguesia de Leiria – Edifício sede: 140 anos de história e é da autoria da Dra. Liliana Alves. Tem 48 páginas e é uma produção da Textiverso.
A sessão de apresentação decorreu na sede da autarquia e contou com a presença da autora e da Presidente da Junta, Dra. Laura Maria Esperança, actualmente também Deputada pelo PSD na Assembleia da República.

lanc_texturas_001
Os alunos da unidade cultural “Poesia e Dizer”, do Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes, do Porto, acabam de lançar mais um volume que constitui uma antologia de poemas elaborados por si ao longo do ano lectivo de 2011-2012. Tem por título Texturas Poéticas e compreende 64 páginas com ilustrações a cores. Foi lançado naquele Instituto no dia 27 de Junho de 2012 e é uma produção da Textiverso.
Na sessão de apresentação estiveram, para além da responsável por aquela unidade cultural, Dra. Maria Celeste Alves, o Presidente da Direcção do Instituto, Prof. Doutor Levi Guerra, e a Dra. Aurora Pereira, como elemento da Direcção e aluna.

cruzeiros001

Foi muito original o local escolhido para o lançamento e apresentação do livro “Abordagem Multidisciplinar dos Cruzeiros Turísticos”: a bordo do navio de cruzeiros norueguês “Boudicca”, da companhia Fred Olsen Cruise Lines, no dia 5 de Abril, no porto da cidade de Portimão. Livro importante no seu género, tem a colaboração de vários autores e a coordenação de Ericka Amorim, Cyntia Andrade, Peter Tarlow, Valéria Mariotti e Nina Cardona. A produção foi da Textiverso, de Leiria, constituindo o n.º 7 da sua colecção “Ensaio”.

Na sessão estiveram presentes, para além de duas das autoras, Ericka Amorim e Nina Cardona, o professor da Universidade do Algarve, Júlio Mendes, também autor, Luís Carito, vice-presidente da Câmara Municipal de Portimão, e ainda o comandante do navio, Magnus Rodburg, e Luís Monteiro, da Portimão Urbis.

aristides0

Cabanas de Viriato, no concelho de Carregal do Sal, é a localidade onde está sediada a Fundação Aristides de Sousa Mendes, o Cônsul português que, em Bordéus, em Junho de 1940, concedeu vistos de trânsito a milhares de judeus refugiados, em transgressão das regras do governo de Salazar e por cuja atitude foi proscrito pelo regime. Foi nesta Fundação que decorreu, a 3 de Abril de 2012, a apresentação do livro “Aristides, o semeador de estrelas”, da autoria de Ana Cristina Luz, com ilustrações de António de Moncada Sousa Mendes, neto de Aristides (ver foto ao lado). É um pequeno livro de 16 páginas, produzido pela Textiverso. A sessão teve lugar durante a homenagem prestada a Aristides de Sousa Mendes no dia em que se completaram 58 anos sobre o seu falecimento (3 de Abril de 1954).

Nesse dia, foi celebrada uma missa em memória do Cônsul e escutado o Ave Maria, de Schubert, no final. Seguiu-se uma romagem ao cemitério. Durante o almoço, o Coro Slava interpretou algumas melodias, tendo-se seguido a apresentação do livro com a presença de familiares de Aristides de Sousa Mendes e amigos da Fundação.

patamar001

A população do Soutocico, da freguesia do Arrabal (Leiria), teve oportunidade de assistir, no dia 7 de Abril último, ao lançamento de um livro que muito lhe toca. Tem por título “O último patamar” e é da autoria de um filho da localidade, o Dr. Fernando Manuel Brites. A apresentação, que esteve a cargo do Dr. Orlando Cardoso, decorreu na sede do Clube Recreativo e Desportivo do Soutocico, antecedida da intervenção musical da Orquestra Juvenil do Soutocico e encerrando com um Porto de honra.

Orlando Cardoso evocou a sua ligação à região através de outras publicações, conhecendo bem o autor. Considerou que o livro em apreço denota duas vertentes na sua estrutura estilística: uma, praticamente ficcional, que aborda algumas das histórias da população local; e, outra, de carácter mais monográfico, que assenta sobretudo na representação popular do “Enterro do Bacalhau”.

 

rapto_macao

A escritora Manuela Ribeiro, autora de vários livros para a infância e juventude, entre eles “Um Rapto em Londres”, em 4.ª edição através da editora Textiverso, tem vindo a fazer pelo país uma série de apresentações daquele título, parte delas no âmbito da Semana da Leitura.

Foi o caso, no dia 1 de Março, no Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, em Mação, onde a Semana da Leitura decorreu entre 27 de Fevereiro e 2 de Março. Manuela Ribeiro teve encontros com alunos desde o 5.º ano até ao 11.º, num total de aproximadamente 175 alunos distribuídos por três sessões.

Grande parte deles já tinha livros da autora, e o 5.º e 6.º anos trabalharam nas aulas “Um Rapto em Londres”, pelo que a conversa foi bastante animada.

torga_bilingue001
O “Dia de Miguel Torga em Leiria” foi assinalado no ano de 2012, a 4 de Fevereiro, com o lançamento de um novo guia da cidade, agora em versão bilingue (português e inglês), com o título A Leiria de Miguel Torga - Guia da Cidade / The Leiria of Miguel Torga - A city guide, da autoria de Carlos Alberto Silva, com produção editorial da Textiverso.
A versão inglesa do texto é da Professora Doutora Maria Cecília Basílio, com revisão da Dra. Sandie Mourão. Ambas estiveram com o autor na sessão de lançamento, a todos tendo sido oferecido um ramo de flores pela Presidente da Junta de Freguesia de Leiria, Dra. Laura Maria Esperança.

correio_leiria_001
Em sessão mais ou menos privada, foi apresentado na Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, em Leiria, no dia 21 de Janeiro de 2012, mais um livro da autoria de D. Alda Sales Machado Gonçalves, agora com o título Memórias do Correio de Leiria. Tem 160 páginas e foi uma produção da editora Textiverso, de Leiria, inserida na colecção “Tempos & Vidas” (n.º 17), com o patrocínio da Fundação Caixa Agrícola de Leiria.
Como se escreve na contracapa, «o grande objectivo deste livro é dar a conhecer aos Leirienses a história dos Correios em Leiria, sobretudo desde a oficialização do Correio em Portugal pelo Rei D. Manuel I, passando pela mala-posta, mudas, estações de correio, introdução da distribuição domiciliária, carimbos nominais, carimbos de barras até às marcas do dia, caixas e marcos do correio, e até pela Filatelia».

couseiro_apresenta001
Finalmente, no dia 10 de Dezembro de 2011, foi apresentada no Arquivo Distrital de Leiria a 4.ª edição absoluta do importante livro Couseiro ou Memórias do Bispado de Leiria, transcrição da 2.ª edição, de 1898. O livro agora dado à estampa tem 464 páginas e é uma edição da Textiverso, de Leiria, com o patrocínio de um amante das coisas leirienses, o Eng. Ricardo Charters d’Azevedo.
Este é um dos mais notáveis livros da bibliografia de Leiria, que dá conta dos acontecimentos do Bispado de finais do século XVI até à primeira metade do século XVII. Dele se conhecem três edições: uma, datada de 1868, da responsabilidade do P.e Inácio José de Matos, eclesiástico do Bispado de Leiria; uma segunda, da responsabilidade do mesmo eclesiástico, de 1898, mas cujo título foi ligeiramente alterado para O Couzeiro ou Memórias do Bispado de Leiria, com longo apêndice; e uma terceira edição, que é a reimpressão da primeira, da responsabilidade do P.e António Francisco Pereira e publicada, primeiro, em fascículos no jornal "O Mensageiro", de 25 de Maio de 1978 a 25 de Setembro de 1980, e, depois, em livro encadernado, sem data. Estas edições, contudo, não são mais do que a transcrição de cópias de um manuscrito escrito entre os finais do século XVI e meados do século XVII, já desaparecido, mas que têm diferenças importantes, como escreve o P.e Inácio José de Matos no prefácio à segunda edição, de 1898.