AGENDA

INSTALAÇÕES DA TEXTIVERSO

A Textiverso continua a manter o seu escritório em Leiria, com o seguinte endereço:

R. António Augusto Costa, n.4 

2415-398 Leiria

Telefone: 244 881 449

Telemóvel: 91 474 2273

 

BREVES

Visualizações de artigos
1808451

Temos 64 visitantes e 0 membros em linha

O romance epistolar Parkinson, meu amor de Isabel Pereira Rosa foi magistralmente apresentado no Festival Literário Internacional de Óbidos de 2019 pela investigadora e ensaísta Rita Basílio.

Tendo sido sobejamente elogiado pela sua qualidade e profundidade, algo a que a obra em questão se presta, é com enorme satisfação que publicamos, aqui, o texto integral apresentado pela ensaísta no passado dia 15 de Outubro no espaço "Folio Mais" do F(O)LIO 2019.

FOLIO2019

Parkinson, meu amor de Isabel Pereira Rosa

Óbidos, 15 de Outubro de 2019, Espaço FOLIO MAIS, TENDA DOS EDITORES E LIVREIROS,

Muito boa tarde

É com grande alegria e sentido de responsabilidade que venho aqui apresentar, em nome da editora Textiverso, o livro Parkinson meu amor, de Isabel Pereira Rosa.

Antes de começar, ou marcando o modo do começo desta apresentação, queria ler-vos uma passagem do livro O Canto do Signo, de Eduardo Lourenço:

(cito)

A literatura — a nossa própria existência como absoluta ficção — foi sempre um jogo, o mais eficaz dos jogos que soubemos inventar para vencer dentro da vida aquilo que no seu coração a esboroa: o tempo. A morte não é mais que tempo paradoxalmente solidificado. Contra ambos existe e resiste a singular e, no fundo, incompreensível actividade que chamamos, perdendo-a com esse nome, Literatura. (Lourenço, O Canto do Signo 1994: 11).

Começo com esta descrição (que é uma proposta de entendimento) da palavra “Literatura”, não apenas por ser a perspectiva que subscrevo, mas também pelo quanto ela se adequa ao livro Parkinson, meu amor, de Isabel Pereira Rosa.




É com enorme entusiasmo que a Textiverso anuncia a sua presença no FORUM FANTÁSTICO 2019!
64317303 2169458993109159 2745508086771875840 n
A editora será representada por uma das suas mais prolixas autoras, Ana Cristina Luz, que apresentará, entre outros, o seu "fantástico" livro ilustrado O Medo e o Susto no âmbito da sessão "Imaginação sem Idade" do Fórum.
O medo e o sussto
                                                                                                                                         
Uma história que nos ensina
que, afinal, o medo também é importante.
                                                                                                                                    
A sessão "Imaginação sem Idade" realizar-se-á 
                                                                                                                                    
dia 13 de Outubropelas 11 horas,
na Biblioteca Orlando Ribeiro, em Lisboa.
                                                                                                                                        
Não percam!
                                                                               



A Textiverso orgulha-se de anunciar a sua participação no Festival Literário Internacional de Óbidos (FOLIO) com o romance Parkinson, meu amor de Isabel Pereira Rosa.

FOLIO 2019

O F(o)LIO deste ano desenvolve-se em redor da temática “Tempo e o Medo", pretendendo-se, com este tema, abrir um espaço de reflexão acerca das inquietações e perplexidades dos nossos tempos e os medos que ensombram as nossas perspetivas de futuro, ou seja, refletir sobre os medos atávicos – da morte, da escuridão, do desconhecido, da violência que pontua o nosso dia-a-dia –, sobre os medos que nascem do racismo e da xenofobia, passando pelo medo das agressões no interior da família, das consequências das alterações climáticas, e por todos os medos que nos mobilizam e nos levam da inação à ação e à reação. [in http://foliofestival.com/folio-autores/ adaptado]

foto da capa

 

O romance Parkinson, meu amor, enquadra-se perfeitamente nesta temática, já que explora, de forma enleante e, simultaneamente, profundamente reflexiva, as pulsões humanas do Eros e do Thanatos na sua relação com o tempo ou, mais precisamente, com a memória, dando conta da sua real (e assustadora) fragilidade.   

Fruto de um aturado trabalho de pesquisa por parte da autora, o romance institui-se, para o Professor Doutor e Médico Neurologista Joaquim Ferreira, simultaneamente, como “uma linda história de amor”, e “um verdadeiro manual sobre a doença de Parkinson”.

 A obra será apresentada pela autora no dia 15 de Outubro: 

16H30 \\\ FOLIO MAIS
Editora Textiverso apresenta
Livro: Parkinson, meu amor
de Isabel Pereira Rosa

TENDA DOS EDITORES E LIVREIROS

[Programa F(O)LIO 2019: http://foliofestival.com/programa-2019/]




A Textiverso esteve na Livraria Arquivo - galardoada, pela Apel, com o 3.º prémio de "livraria preferida" dos leitores em 2019 - para participar na apresentação, na cidade de Leiria, do romance epistolar Parkinson, meu amor de Isabel Pereira Rosa.                                                         

WhatsApp Image 2019 09 30 at 6.57.43 PMa

A apresentação esteve a cargo do insigne leiriense José Bray, contando também com a participação da autora, Isabel Pereira Rosa, e de Maria Cecília Basílio, em representação da Textiverso.

20190928 161852b

Contou, ainda, com a, sempre penetrante e cativante, mediação de Susana Neves, responsável pela comunicação e eventos da Arquivo, a quem, endereçamos, novamente, o nosso mais profundo agradecimento.

20190928 161843b

 #LivrariaArquivo #IsabelPereiraRosa #Textiverso #Parkinsonmeuamor




É com grande orgulho que anunciamos a apresentação da extaordinária obra Parkinson, meu amor,de Isabel Pereira Rosa, na livraria Arquivo, em Leiria.

A apresentação da obra, que contará com a presença da autora, realizar-se-á no próximo dia 28 de Setembro (sábado), pelas 16:00.

arquivo parkinson

Lembramos, para aqueles que quiserem adquirir, desde já, esta obra, que poderão fazê-lo através do serviço de encomendas textiverso: https://textiverso.com/8-news/546-disponibilizacao-de-encomenda-para-o-romance-parkinson-meu-amor-de-isabel-pereira-rosa




Anotação 2019 07 24 130609Anotação 2019 07 24 130659

Enquanto entidade parceira do projecto MotivArte, implementado e desenvolvido no Agrupamento Dr Correia Mateus pela Associação Cultural e Desportiva Corvos do Lis (conhecida de muitos pelos muitos campeonatos de xadrez ganhos a nível nacional), e pela Associação Cultural e Artística Várias Vozes (responsável pela dimensão de investigação e internacionalização da dimensão teórica do projecto), a Textiverso assume a sua nova parceria com o projecto pedagógico dos Corvos do Lis.




O lançamento de Era uma vez...e a história continua... foi, de facto, lindo e superou todas as expectativas. Esgotou-se a 1.ª e vem aí uma 2.ª edição.

Era uma vez segunda edição

 

Aqui fica o registo de dois momentos significativos deste lançamento, agradecendo à Casa da Árvore a cedência das fotos: a primeira, uma visão geral dos pequenos autores, da mesa (com a presença da Vereadora da Educação) e do público; a segunda, com o Director e as duas tutoras, Patrícia e Raquel.

 

O texto da Apresentação deste livro por Ana Isabel Marques, a organizadora desta edição inauguradora da nossa linha editorial Minitextiverso, encontra-se na nossa rubrica "Olhares", onde já estão dois textos da sua autoria. Nesta rubrica trazemos temas que apelam à reflexão, como é o caso deste.

 66461433 697425154041672 8817401939806388224 o66484183 697425610708293 2810127600612016128 o

 

 Ver também na rubrica «Olhares»:

«Um ramo não faz uma árvore: a força do espírito de equipa  (Trecho da Apresentação de Era uma vez… e a história continua)




Anotação 2019 07 14 225941

 

 

A Textiverso tem o prazer de dar conhecimento da sua parceria com a Associação de investigadores Várias Vozes, uma Associação cultural e artística que «surge como resposta à necessidade de reforçar a conexão entre a Universidade e a sociedade civil, com vista a […] contribuir para o fortalecimento de uma Educação pluralista, crítica e criativa, ambientalmente consciente e cívica, fundada nos princípios de equidade

A Várias Vozes está acessível em https://variasvozes.weebly.com/

 

«Várias Vozes tem por fim a investigação, promoção e divulgação internacional de autores e obras no campo das Humanidades, realização de iniciativas culturais, projetos e produções de âmbito científico, artístico, literário, cultural e educativo, visando contribuir, através dos seus mecanismos de edição (em diferentes suportes, físicos e digitais), para uma efetiva e generalizada transmissão de conhecimento, facilitadora da internacionalização da partilha de informação nas áreas humanistas − que lhe servem de objeto de estudo e de  intervenção − sob uma filosofia orientada para a aprendizagem ao longo da vida.»

 

Projectos em curso: 

Anotação 2019 07 14 231531

A Textiverso participa nos projectos Motivarte e Dobra.




Destacamos do Editorial de Era uma vez... e a história continua..., por Ana Isabel Marques

 

«Os textos que aqui se apresentam não foram escritos com quaisquer propósitos de publicação. Trata-se de histórias criadas pelos meninos e meninas da Casa da Árvore em resposta a um desafio lançado pelas professoras tutoras Patrícia e Raquel, de, com base num círculo negro, darem asas à imaginação e desenvolverem uma narrativa. Não é, de forma alguma, um pretexto para exibir dotes de escrita. É um trabalho espontâneo inserido nas rotinas pedagógicas da Casa da Árvore. [...]

A decisão de publicar estes textos baseou-se no pressuposto de que o processo de produção textual e a sua divulgação em forma de livro são também um estímulo do gosto pelos livros e pela leitura. Ler tem como consequência direta melhorar aptidões de escrita. Escrever desenvolve o gosto pela leitura e pelo conhecimento. Entendeu-se por bem não publicar os textos na sua totalidade. Tratou-se de uma decisão tomada por razões pragmáticas (de gestão de espaço), por uma questão de equidade (para tornar mais equilibrada a extensão dos textos) e, sobretudo, por uma questão conceptual (porque se quis arrastar o leitor para o desafio de, também ele, dar largas à imaginação, com um livro aberto e interativo).

[...] Deparamo-nos com uma variedade de temas que deve deixar toda a família da Casa da Árvore orgulhosa do caminho até aqui trilhado por estas crianças. Os textos mostram-nos crianças preocupadas com a Terra e o ambiente; crianças atentas à questão da diferença e da equidade social; crianças sensíveis ao conceito de arte e da criação artística; crianças curiosas em relação aos mistérios do cosmos; crianças conscientes da importância da fantasia e da imaginação; crianças que se propõem defender valores como a igualdade, a solidariedade e o respeito pelo Outro. 

Cabe tudo isto no círculo escuro que serviu de mote aos meninos da Casa da Árvore. [...]»