Artigos relacionados

Na montra

Capa-sopa.jpg

Na Casa Municipal da Cultura de Alvaiázere foi lançado, na tarde do dia 25 de Março de 2017, um livro sobremaneira importante que tem por título Guia das Plantas Lenhosas e Sublenhosas Espontâneas no Sítio Sicó-Alvaiázere da Rede Natura 2000. São autores o Professor Mário Lousã, agrónomo e botânico de renome, e a Professora Sílvia Ribeiro, biofísica e bióloga. O livro tem 94 páginas, é uma edição da Al-Baiäz – Associação de Defesa do Património e foi produzido pela editora Textiverso. Na mesa estiveram, para além dos autores, a Presidente da Al-Baiäz, Dra. Maria Adelaide Furtado, e a Presidente da Câmara Municipal de Alvaiázere, Dra. Célia Margarida Gomes Marques.

 A apresentar esta obra, a segunda sobre o Sítio Sicó-Alvaiázere, estiveram os próprios autores. Por sua vez, Élio Marques apresentou os autores, em especial o Professor Mário Lousã, muito ligado à região e membro activo da Al-Baiäz, com o patrocínio da qual se têm levado a cabo numerosas iniciativas no âmbito do conhecimento do coberto vegetal da região.

Dando sequência à edição de publicações sobre o Sítio Sicó-Alvaiázere, vem agora a público o “Guia das Plantas Lenhosas e Sublenhosas Espontâneas” neste Sítio da Rede Natura 2000 que é já o número 2. A anterior publicação denominou-se “Orquídeas do Sítio Sicó-Alvaiázere” e foi feita pela Dra. Manuela Oliveira e pelo Professor Mário Lousã, ambos pertencentes à Al-Baiäz, e ainda por Paulo Lucas, da Quercus, que fez a preparação para a sua edição.

O coberto vegetal a que este Guia dá ênfase pertence a duas séries de vegetação, ambas endémicas de Portugal: Arisaro simorrhini-Querco broteroi sigmetum (série do carvalho-cerquinho, que se desenvolve nas zonas de solos profundos e mais húmidos) e Lonicero implexae-Querco rotundifoliae sigmetum (série da azinheira, que se desenvolve em locais secos sobre litossolos). Estas duas séries apresentam várias comunidades subseriais, conforme o estrato a que pertencem.

O presente Guia pretende preencher uma lacuna de informação do coberto vegetal lenhoso do Centro Calcário de Portugal Continental compreendido entre as Serras de Aire e de Sicó, e procura dar a conhecer a riqueza florística lenhosa deste Sítio.

Para uma mais fácil utilização do Guia, recomendam os autores que se compare o espécime que se está a observar com as fotografias apresentadas e confirme-se com as descrições morfológicas indicadas. De notar que, com base na informação vectorial das zonas fitogeográficas de Portugal, foram elaborados para este Guia mapas de distribuição em Portugal continental para alguns táxones, cuja área de distribuição é mais restrita.

Este Guia, com informações elementares, mas objectivas, e fotografias em cor, constitui um manual de campo muito útil para quem quer conhecer com pormenor as plantas lenhosas e sublenhosas espontâneas daquela região, não sendo nele contempladas as plantas herbáceas por o seu número ascender a várias centenas e implicar um livro bem mais denso e menos prático. Merecem a Al-Baiäz e os seus dirigentes os maiores aplausos por esta iniciativa que vem enriquecer sobremaneira o conhecimento sobre o Sítio Sicó-Alvaiázere e permite projectar planos para outras edições.