Artigos relacionados

Na montra

capa_Ana_Joana.jpg

Na Biblioteca Municipal de Alcobaça foi lançado, no dia 16 de Junho de 2018, mais um livro da Dr.ª Maria Augusta Pablo Trindade Ferreira, ex-directora do Mosteiro de Alcobaça, que tem por título “História da Vila de Alcobaça – Uma hipótese”. Com 62 páginas, este livro é uma edição da AMA – Associação dos Amigos do Mosteiro de Alcobaça e foi produzido pela Textiverso, de Leiria. A apresentação foi feita pelo Dr. Rui Rasquilho, também ele ex-director do Mosteiro e cidadão estudioso da evolução do burgo alcobacense.

 

Sublinhou que este importante estudo é um precioso inventário dos muros da cerca do Mosteiro e do seu burgo interior. Esclareceu, nomeadamente, que a autora comprova um facto: o mosteiro de Alcobaça, cabeça da herdade doada pelo rei fundador, teve uma cerca “móvel”. A autora colheu uma primeira evidência na pressão popular que torna o Terreiro do Mosteiro um espaço de circulação de monges e laicos. Uma segunda foi obtida nas respostas a uma petição feita em Junho de 1566. Uma terceira etapa, já afeiçoada ao burgo, é a última memória da cerca que tinha muros robustos de 2,30 m de altura com 60 cm de espessura permanentemente reparados pelo povo.

A Dr.ª Maria Augusta quis apodar de “hipótese” esta sua versão da história da Vila de Alcobaça, mas o estudo assenta em documentos que permitem olhar para esta hipótese como uma proposta com muita verosimilhança. Que essa hipótese suscite discussão e promova outras investigações.